Américo Carneiro

 

Américo Carneiro


 

Américo Carneiro é natural de Ponte de Lima (1955) e reside em Viana do Castelo. Expõe as suas obras regularmente - nas áreas da aguarela, desenho e óleo - desde 1984, data em que se apresentou na IV Bienal de Arte de Vila Nova de Cerveira.

Representado em diversas colecções públicas e  privadas em Portugal, Espanha, Reino Unido, Alemanha, Bélgica, França, Estados Unidos da América, Finlândia, Nova Zelândia, no Museu Diogo Gonçalves de Portimão, nos Museus Municipal e do Traje, em Viana do Castelo, no Museu Municipal de Caminha e no Museu dos Terceiros, em Ponte do Lima.

Múltiplas Exposições Individuais e Colectivas por todo o Alto-Minho – destacando-se Viana do Castelo, Vila Nova de Cerveira, Caminha, Ponte de Lima e Arcos de Valdevez - em Barcelos, na Nazaré, em Portimão, em Braga e Guimarães, Cernache do Bonjardim e no Estoril; Na Galiza, em Orense; Em França, em Paris (“11.éme Salon d`Automne de Pontault-Combault”) e na Cidade de Vandoeuvre. Participação no “d`art Vez”- 2013.

Tem realizado alguma obra gráfica e ilustrado livros de Poesia, bem assim como tem assinado obras de reconstituição patrimonial e etnográfica, estudos de Arte Antiga e Arte Românica, de Heráldica e de Artesanato.

De salientar, ultimamente, a Exposição “A Linha do Extremo”/2010, na Casa-Museu do Pintor Túllio Victorino, na Vila de Cernache do Bonjardim”; Duas Séries de Exposições consagradas aos “CASTELOS DE PORTUGAL”; Exposição “Vilarinho da Furna Vence a Morte e o Tempo”, no Museu do Traje de Viana do Castelo; A Dissertação “ARTE E SAGRADO: UMA LEITURA POR UM ARTISTA DO SÉC. XXI”, integrado num Ciclo de Estudos do CER; A Dissertação “NABAN-JIN, Os Bárbaros do Sul”, sobre a Arte Namban, com Apresentação dos homónimos livro e filme, integrado num Ciclo de Estudos do CER.

Autor dos Livros “Terra-Mãe”(2008),“Tradição”(2009), “Ponte de Lima - In Perpetuam Rei Memoriam” (2010), “Terras da Nóbrega – No Coração da Ribeira-Lima”(2010); “Os de Refóios–Nascimento de Uma Nação” (2011); Poesia: “Diário Poético” e “Ode a Vilarinho da Furna”. Colaboração em várias frentes na Imprensa Regional. Diversas Edições caseiras e artesanais no campo dos livros, dos álbuns, dos documentários-video.

Autor do Retábulo da Igreja da Sagrada Família em Viana do Castelo, cuja Cerimónia de Dedicação decorreu em 8 de Setembro de 2012.

É Membro da Academia de Letras e Artes (Classe de Artes), da Academia Internacional de Heráldica –Delegação de Portugal, e da Academia Portuguesa de Ex-Líbris. Medalla de Oro da Fundación Luso-Galaica e Caballero de Honor da Orden del Patrimonio Inmaterial y Gastronomico Iberico. Sócio do CER-Centro de Estudos Regionais (Alto-Minho), e da PROBELION - Associação para o Desenvolvimento Integrado e Promoção do Belion.

 

 

Ponte de Lima no Mapa

Ponte de Lima é uma vila histórica do Norte de Portugal, mais antiga que a própria nacionalidade portuguesa. Foi fundada por Carta de Foral de 4 de Março de 1125, outorgada pela Rainha D. Teresa, que fez Vila o então Lugar de Ponte, localizado na margem esquerda do Rio Lima, junto à ponte construída pelos Romanos no século I, no tempo do Imperador Augusto. Segundo o Historiador António Matos Reis, o nascimento de Ponte de Lima está intimamente ligado ao nascimento de Portugal, inserindo-se nos planos de autonomia do Condado Portucalense prosseguidos por D. Teresa, através da criação de novos municípios. Herdeira e continuadora de um rico passado histórico, Ponte de Lima orgulha-se de possuir um valioso património histórico-cultural, que este portal se propõe promover e divulgar.

Sugestões